27 de jan de 2010

Sono nos primeiros 12 meses

Olá meninas, recebi por e-mail uma matéria do site Crescer sobre dúvidas frequentes acerca de SONO nos primeiros 12 meses do bebê.
Achei super interessante compartilhar com vocês porque tudo isso aqui eu já vivi com o Pedro. Coloco em cada pergunta a minha vivência.

Participem!!! Deixem nos comentários a sua opinião sobre o que achar relevante desse tema. beijos Mey
1.Meu filho pode dormir sozinho desde o primeiro dia?

A OMS recomenda que o bebê durma no quarto dos pais, no berço, até o sexto mês. O objetivo é estimular a amamentação, pois em tese isso facilitaria a vida da mãe. Estudos mostram que a indicação também pode reduzir a taxa de morte súbita. Mas, se a mãe não se incomoda em levantar de noite, os pediatras dizem que o bebê pode dormir sozinho já no segundo mês.

Opinião Mey: o nosso Pedriatra Dr. Marco Sallum indica que o bebê durma no seu próprio quarto a partir do 2 mês e considerando o trabalho (já amplamente relatado aqui) de retirar o bebê do seu quarto quando grandinho, é melhor que ele durma no seu quartinho, mesmo que para isso você tenha que levantar algumas vezes a noite nos primeiros meses, ou dormir temporarialmente no quarto dele.

2. O que fazer se o bebê não acordar para mamar (principalmente à noite)?

Nos primeiros meses, em geral, os pediatras sugerem que o bebê seja acordado durante a noite para mamar, caso não desperte sozinho. No entanto, se ele for um pouco mais velho e o ganho de peso estiver adequado, talvez não haja problema em espaçar as mamadas noturnas. Peça ao médico para avaliar qual é o caso do seu filho.

Opinião Mey: devemos acordar o bebê apenas durante os primeiros dois, três meses no máximo, depois disso ele tem que começar a ser introduzido na rotina e as mamadas noturnas devem ser espaçadas. Eu comecei a dar mamar para o Pedro a meia noite, mesmo que ele estivesse dormindo eu dava esse reforço, isso fez com que ele parasse de acordar toda noite religiosamente às 2h da manhã. No meu caso funcionou bem.


3. Meu bebê dorme cedo, por volta das 20 horas, mas acorda sempre às 6, mesmo que vá dormir às 21 ou 22 horas. Como fazer com que ele durma até mais tarde?

A personalidade do bebê deve ser levada em conta. Alguns são mais matutinos mesmo. Um jeito de fazer com que ele acorde um pouco depois, porém, seria dar a última mamada da noite um pouco mais tarde, por volta das 22h, mesmo que ele esteja dormindo. Mas o ideal é que a família tente ajustar seus horários.


Opinião Mey: para isso não tenho receita milagrosa que tenha dado certo comigo não. O Pedro sempre dormiu às 20h e acordava às 6h. Mas tinha noite que saíamos e ele dormia mais tarde e mesmo assim está lá às 6h da madruga querendo mamar. De uns tempos para cá, uns 2 meses ele naturalmente começou a acordar mais tarde. Uma coisa que pode ter ajudado é que pedi para meu marido (porque nesse horário estou na academia) não dar a mamadeira mais na exata hora que ele acordava e ir atrasando a mamada até às 8h. Coincidência ou não deu certo.
4. Qual a posição ideal para o bebê dormir?
Desde a maternidade, a posição indicada é de barriga para cima. Pesquisas mostram que assim há menos risco de morte súbita. Quando ele aprender a se virar, por volta dos 5 meses, ele mesmo vai escolher o jeito que mais gosta. Só para lembrar, o bebê não precisa de travesseiro. A não ser os que têm refluxo, que devem dormir com a cabeceira do berço elevada.

Opinião Mey: concordo plenamente. Porém, agora que o Pedro está grandinho ele gosta de dormir de barriga para baixo e com travesseiro, se não tem ele fica buscando na cama.
5. Quando o bebê não arrota depois da mamada é perigoso colocá-lo no berço?

Em geral, o bebê que mama no peito arrota pouco. Isso porque o arroto é um mecanismo do corpo para liberar o ar ingerido na mamada, o que não acontece se a aréola for pega corretamente pela criança. Mas se ele toma mamadeira ou sofre de refluxo fisiológico, normal nos primeiros três meses, é comum engolir ar ou vomitar depois que mamou. Seja qual for o caso, os pais podem segurar o bebê por alguns minutos na posição vertical, sendo desnecessário bater nas costinhas dele, antes de colocá-lo no berço outra vez.

Opinião Mey: por ignorância, eu e meu marido sofremos muito com isso. O Pedro sempre foi péssimo para arrotar. De madrugada, quando ele ainda mamava às 2h, a gente ficava mais de 40 minutos com ele em pé tentando que ele arrotasse, muitas vezes ele dormia antes e eu sentava no sofá e ficava com ele em pezinho um tempão. Até que um dia o Dr. Marco me disse que 15 minutos em pezinho é o suficiente para prevenir de qualquer problema.
6. Meu bebê só quer dormir no colo, o que faço?

Não se preocupe, no primeiro ano é fácil modificar os hábitos de sono da criança. Basta criar uma rotina. A partir do momento que ela começar a ficar mais horas acordada, à noite, coloque-a no berço sempre no mesmo horário. O quarto deve estar escuro (ou com a luz do abajur) e sem barulho. Fique ao lado dela, cante uma música e dê um beijo de boa noite. Aos poucos, ela vai entender que está na hora de dormir e vai pegar no sono sozinha. Pode choramingar nos primeiros dias, mas tente resistir à tentação de pegá-la no colo outra vez.

Opinião Mey: ahhh! Colocar o bebê no berço e ele adormecer sozinho é pra quem pode e não para quem quer. Aqui em casa isso nunca aconteceu, desde que o Pedro chegou da maternidade que era só colocar ele na cama que tinha espinhos, no berço então nem se fala. Então fiz ele dormir muitas noites no colo, balançando. Até que um dia, eu estava muito cansada e um pouco nervosa de balançar ele e Deus colocou no meu coração que eu não teria muito tempo para balançá-lo. Deus me fez entender que aquele era um privilégio, que logo ele cresceria, tornará um homen e eu nunca vou conseguir mais embalá-lo nos meus braços. Daquele momento em diante eu nunca mais questionei isso. Com o tempo o próprio Pedro criou seu jeitinho de dormir. A gente deita com ele na nossa cama, dá o bico, fala que é ora de mimir e ele vai ali rodando, rodando até que em menos de 10 minutos está dormindo. Por isso que falo tanto da rotina, como isso acontece dessa forma todas as noites ele já tem como prática e tem segurança de se entregar ao sono.


7. Posso dar chás de camomila ou de erva-doce para induzir o sono da criança?

Não. Apesar da insistência de avós e tias, os pediatras são categóricos: até os 6 meses, a única bebida que a criança precisa é o leite materno. No entanto, os chás parecem acalmar porque têm efeito placebo. O ritual de bebê-lo é tão tranquilo que faz o sono chegar mais rápido para os que têm mais de 6 meses. Ainda assim, fale com seu pediatra.


Opinião Mey: concordo, até os 6 meses deve ser amamentação exclusiva se possível. A segurança de um ambiente tranquilo é que fará ele dormir melhor e mais rápido e não o chá.

4 comentários:

Maria Betânia Fuller, mamãe de Lana Fuller, disse...

Olá Mey!
Gostei do post!
Vou postar para minhas amigas lêrem mas com os créditos da sua idéia ok! hahaha
Como estais? Meu tempo anda um pouco corrido, mas vou comparecer...
Beijos

Carol disse...

Oi Mey!
Muito bom este post, até porque um dos maiores dilemas das mamães é sobre o sono dos seus bebês e achei muito legal vc sempre colocar a sua opinião e experiência de mãe.
Por favor, não deixe de escrever nunca no seu blog.
Bjos de Carol Siqueira.
http://falamamae.com/

Ana Paula Nunes disse...

Oi Mey, sempre dou uma passada no seu blog e gosto demais. Meu filho tá com 39 dias de vida e tudo isso que vc passou eu tô passando e adorei vc colocar sua opinião. Estou com um pequeno problema, o Felipe tem refluxo e durante o dia fica todo enjoadinho e quer mamar o tempo todo, não tenho tido tempo pra nada e tem horas que ele fica tão irritado e fui ver que é porque meu leite diminui em certas horas do dia, e não tava saciando a fome dele. A pediatra me pediu pra complementar com Aptamil AR e eu tô achando ruim demais. Pelo menos é só uma vez ao dia, o resto é tudo peito. Vc por acaso passou por isso, ou conhece alguém? Já me falaram que a mama pode sofrer esse distúrbio mesmo e que o fato de estarmos esgotadas nesse início colabora para essa diminuição do leite. Mas mesmo assim ainda não sei porque isso acontece, só sei que é muito triste. De madrugada e pela manhã tenho tanto leite que tenho que tirar um pouco com a bombinha senão chega a doer. Se não bastasse esse dilema ainda tenho que contratar uma babá e estou super insegura. Bom é isso! adoro seu blog. Um abraço. Ana

arthurpelomundo disse...

eh acho que viciei nos seus posts...nao me canso de ler ...roupinha do baby pra lavar ....cozinha pra arrumar e eu aqui lendo ....adorei ..