3 de nov de 2010

Meu bebezinho está crescendo

Pedro com 4 meses e meio
Pedro,
tenho sentido uma saudade enorme de você quando era bem bebezinho.
E certo que no começo foi tudo muito mais difícil, eu me sentia totalmente perdida em meio aos seus choros de cólica e  as noites que você não queria dormir. Mas depois que passa a gente morre de saudades. Mães são assim mesmo, meu Filho.

Das coisas que tenho mais saudades é de te amamentar, aquele carinho que a gente trocava era tão nosso, tão divino.  Tenho vários vídeos seus pequenininhos e fico aqui toda bobona vendo e revendo. O meu amor não tem tamanho.

Meu bebezinho está crescendo, você já tem quase 15 quilos, mal consigo segurá-lo no colo, que dirá colocá-lo para cima como eu colocava. Você já é uma criança, e como tada criança saudável, é uma daquelas bem sapecas. Fala cada coisa pra gente, tem memória de elefante quando lhe faço uma promessa. E já me desmente... hoje eu disse para a Tia Cintia que você já tinha jantado, e você começou a gritar todo alegre dizendo que queria papá e ainda jantou mais uma pratada. Fiquei embaraçada, parecia que tinha mentido. Éhhhh menininho!

É maravilhoso ver você crescendo filho, mas me dá um aperto no coração, uma saudade antecipada para quando você for ter que assumir sua vida, sem meus olhos constantemente atentos as suas quedas, aos seus caminhos.
Não gosto nem de pensar, o que me resta é te preparar para a vida linda que você vai ter, para que você saiba o que tem valor, o que é real, o que é eterno e para que você seja feliz.

Te amo filho, você é o maior presente que Deus me deu, a maior prova da misericórdia Dele. E, para terminar, vou colocar aqui a música que você acabou de me pedir para cantar antes de dormir - Peixe Vivo (MPBBaby)- composição do Milton Nascimento:

Como pode um peixe vivo

Viver fora da água fria?
Como poderei viver
Como poderei viver
Sem a tua, sem a tua
Sem a tua companhia?
Sem a tua, sem a tua
Sem a tua companhia?

 com amor, Mamãe.

14 comentários:

Carol Siqueira disse...

Querida amiga, ontem mesmo fui me deitar com o meu pequeno escutando as musiquinhas de quando ele era bebê e fiquei com vontade de chorar. É exatamente isso que você escreveu aqui, acho que é deste amor pelo primeiro filho que tentamos a segunda gravidez, para viver isso tudo de novo também.
Te amo muito, linda! E vc me inspira sempre.
Carol Siqueira.

Shilola disse...

:D
Ai... Eles crescem tão rápido! :D
Bjocas,
Carol

Larissa disse...

Ei Mey...
Que delícia esse amor incondicional... ñ vejo a hora e ter meu filhote nos braços e viver intensamente esse amor verdadeiro... vou aproveitar cada dia, hora, minutos e segundos dos primeiros meses, pois acredito que passa voando msm!!!
Bjo bjo

Fabi disse...

Mey, estava falando sobre isso com meu marido ontem à noite....
Deu uma saudadinha do cheirinho de bebê, de carrega-lo sem muito esforço,rs, de não ser contrariada(como vc citou no texto)....mas novas fases estão por vir...que venha a escolinha!*

Bjos e saúde à todos
* no caso do meu Thutu

Dani Alves disse...

Hummmm eu entendo perfeitamente o que vc está sentindo.mas tenho pra vc uma solução...... arruma outro menina... beijos.

Baby Caparelli disse...

Oi..tenho um bb mas antes tive o meu primeiro baby q hoje tem 12 anos..MATEUS, eu era bem jovem, mas curti, e hoje tenho o meu Pedrinho tb..com 1 ano e 2 meses!
Dá uma olhadinha no meu blog, e eu venho visto e venho lendo o seu a um bom tempo, linda e c uma familia linda e abencoada tb..Amo ver pessoas felizes, sefuindo assim a proposta divina..familia em Cristo! lá no meu blog q comecei pra deixar guardada as recordacoes dos meus filhos, qdo engravidei meu marido o fez! Até tirei suas frases ..colei,,copiei..sorry..rs do dia das criancas mas ta la q é da Mey..beijos e Deus abencoe!

Baby Caparelli disse...

esqueci de deixar registrado o end..rs
http://bebepedrocaparelli.blogspot.com
bj

Anônimo disse...

Mey, mais uma vez te parabenizo por ser esta pessoa tão especial, suas postagens retratam perfeitamente a vida de toda mulher moderna. Fico feliz por Deus ter me presenteado com sua amizade. Como eu sempre te digo vc é um anjinho que deus colocou em minha vida. Te amo em cristo jesus. Márcia

Maria Betânia Fuller, mamãe de Lana Fuller, disse...

Oi Mey, é bem assim mesmo, o tempo passa e sentimos uma saudade de quando eram bebezinhos, não porque queremos que o tempo parasse pois ao mesmo empo é tão bom vê-los desenvolvendo, e tão milagroso tê-los a cada tempo que passa, mas que aperta um asaudade ahhh simmmm! E concordo com a Carol, não vejo a hora de começar a tentar o segundo filho, imagino que venha dessa saudade sim...hahaha Beijos amiga.

Branquinho disse...

ai nem me fala.. meu bebe ta com 6 meses e meio e já fico nervosa só em pensar da saudades que eu vou sentir dessa época. To aproveitando cada segundo dele.
Ele não mama mais? Largou com quantos anos?

Tatiana disse...

Oi Mey. Que saudades. Como Pedro era fofo. Desculpe a falta aqui. Olha irei fazer um post igualzinho... mas, com todo o prazer, irei usar uma foto sua com o Pedro... pk foi vocês que me inspiraram no post. rsssssssssss.

sorry pela falta.

Anna Raquel disse...

Ei!!
Que lindo o post!!
Daqui a pouco é o meu!! rsrs!
Por enquanto, cresce muito... mas só na barriguinha!
beijos!!

juh disse...

Pois eh , que saudades do meu,ele tem 3 meses e hj estou com o coração em pedaços pois amanha ja vai para escolinha.Sinto um amor incondicional e quero aproveitar cada instante ainda mas sabendo q é meu ultimo filho!

meg balduino rodrigues disse...

Oi querida... Como achei seu post, pois também tenho os mesmo sentimentos... Chorei lendo o que você escreveu, pois é assim que a gente se sente, sempre feliz e com saudade e com o coração pequenino de pensar nos filhos grandes e independentes. Mas graças a Deus por isso, filhos grandes e com saúde e na Sua proteção... Mas a gente que é mãe chora mesmo, sempre querendo nosso bebês grudados em nós... Minha princesinha Brenda está com 4 anos, linda! Beijos e fica com Jesus!