28 de abr de 2012

A importância da natação para bebês e crianças

Oi Gente!
Feriadão começando, sol, piscina, mar... hum que delícia!
Uma coisa que bebês e crianças gostam muito desde cedo é nadar. Desde os 6 meses de idade já começamos a colocar o Pedro na piscina, no rio com o papai e vovô e desde então, é uma farra.
Quando o assunto é água o gosto é unanime, eles adoram. E por ser uma atividade prazerosa para eles é que é uma boa chance de introdução nos esportes.
O Pedro sempre gostou de nadar, mas tinha muito medo de piscina funda, nem com a gente ele entrava, fruto do medo que eu tinha dele se afogar. Até que nesse ano ele começou a natação pra valer. Isso tem uns 2 meses, de lá pra cá já notamos uma desenvoltura, confiança e melhora no condicionamento dele na piscina. Além do medo de piscina funda ter sido curado com a colocação da boinha.

Eu recomendo colocar desde cedo, com 6 meses é o momento ideal para começar. Nós demoramos muito a colocar, confesso que até tentamos por três vezes, em três escolas diferentes, mas a correria do dia-a-dia, o fato de ter que deslocar de longe para levá-lo acabou nos desanimando. Até que agora,veio uma boa escola aqui para os lados da minha casa e minha amiga Magda, que leva o "Mateus meu amigo" (um dos melhores amiguinhos do Pedro), está dando uma carona para ele e a babá. Foi a melhor forma que encontramos e ele está amando.

Pesquisando, encontrei algumas curiosidades sobre benefícios da natação, fiquei encantada e pretendo incentivá-lo enquanto ele quiser:

- Melhora a capacidade cardiorrespiratória, o tônus, a coordenação, o equilíbrio, a agilidade, a força, a velocidade.
- Desenvolve habilidades psicomotoras como a lateralidade, as percepções tátil, auditiva e visual, as noções espacial, temporal e de ritmo, sociabilidade e autoconfiança.
- É um esporte que pode fazer parte da vida da criança logo nos primeiros meses e acompanhar até a fase adulta.
- É praticada de forma lúdica e recreativa, sem compromisso com as técnicas, para uma adaptação ao meio líquido.
- Contribui para o desenvolvimento do ser humano integral, nos aspectos cognitivo, emocional e social. Também é incontestável a eficácia e a eficiência da natação para a melhoria do aspecto físico e da postura essenciais para o desenvolvimento motor do bebê.
- Na natação, a criança pode experimentar os movimentos novos que aprende sem traumas de um tombo como rolar, movimentar perninhas e bracinhos. Além de tudo, é um meio aconchegante oferecido pela água morna.
- Reconhecem regras, pois com os colegas na piscina, aprendem que cada um tem sua vez e todos são importantes.
- Crianças iniciadas em um programa de adaptação ao meio líquido em idade pré-escolar têm um rendimento mais satisfatório em seu processo de alfabetização.
- É um esporte completo. Pois age de forma psico, motora, física e emocional. Além de melhorar a resistência do organismo e ajudar na prevenção e recuperação de doenças como asma, bronquite e problemas ortopédicos.


Muito importante: a natação traz todos esses benefícios, mas a criança não deve ser obrigada a fazer aquilo que não gosta. Deixe que ela escolha a sua atividade física. Segundo a Academia Americana de Pediatria, 75% das crianças obrigadas a fazer esportes de que não gostam, até os 15 anos, param de praticar e ficam sedentárias.
Por isso, não devemos matricular nossos bebês ou crianças nas aulas de natação, ou em qualquer esporte, com o objetivo de formarem campeões, ou desconsiderando suas vontades, mas sim pela formação de um hábito que lhe renderão boa saúde para sempre.

Vocês sabiam desses benefícios? Quero incentivá-los a colocar seus filhos em algum esporte, na infância é uma atividade prazerosa e que na vida adulta será um hábito já instalado.
E seu filho(a) que tipo de esporte faz? Que benefícios tem notado? Compartilhe com a gente!

Beijos, Mey

Um comentário:

Anônimo disse...

Olá, gostaria de saber qual a escola de natação do seu filho? Estou procurando para o meu de 1 ano e queria uma de confiança. Obrigada.