18 de dez de 2012

Dicas de enxoval. Para não exagerar na compra de roupinhas.



Oi Gente!
Como contei esses dias no meu Instagram, eu exagerei feio no enxoval de
roupinhas da Marina, principalmente macacãozinhos de frio e bodys.

Eu tenho parentes de moram fora do país, que vem nos visitar e tenho sempre alguém indo ou vindo. Para completar, fiquei sabendo num dia que estava grávida e viajei no outro para visitá-los em NY e mesmo não sabendo o sexo fiz um estoque de roupinhas neutras.

O exagero começou por aí, depois minha Tia veio ao Brasil, minha mãe foi e cada vez os pedidos no site da Carter's e Gap aumentavam.
Tentei fazer um controle, anotando as quantidades em um papel, mas cada vez que via um diferente eu pensava: "só mais esse".
As coisas da Carter's são de ótima qualidade e lindas. Além disso o preço é bem camarada, comprar as roupas lá ficava mais barato que comprar em qualquer lojinha da esquina daqui do Brasil. Cheguei a pesquisar aqui e São Paulo, três vezes mais caro. Até comprar no site e pagar as taxas e frete compensa mais.

Bom, o resultado disso foi um exagero de gastos desnecessários, dinheiro que poderia ter investido em outras coisas. Comprei tantas peças que muitas não chegarei a usar. Todas lindas de viver! E não tenho ninguém próximo para repassar. Sou super desencanada, mas dessa vez, estou com ciúmes de algumas roupinhas.

As roupinhas do Pedro eu tinha amigas que estavam com bebês menores, daí eu passava para elas, elas me devolviam e eu passava para outra amiga. Acho que assim uns 5 bebês usaram, até que doei e estavam tão novinhas que deve ser usadas por outros e outros bebês.
Eu adoro fazer isso, tanto receber roupinhas das amigas, como emprestar as minhas. A Marina mesmo recebeu um monte da Nina, minha amiga Ana Nunes.
A questão da sustentabilidade é importante pra mim, acredito em reutilizar tudo, por isso estou sofrendo por ter comprado de forma tão exagerada.

Pensando em ajudar vocês a não exagerar como eu, segue algumas dicas:

- Avalie a época que seu bebê vai nascer e o clima da sua região. No Brasil, nas regiões sudeste, nordeste, Centroeste e norte o inverno não é tão frio. São poucos dias de baixas temperaturas e não vale grandes investimentos em roupas pesadas.
- Não faça enxoval de roupas até 1 ano, como eu fiz. Bebês ganham muitos presentes quando nascem. Faça um enxoval RN e até 3 meses e oriente os mais íntimos a presentear com peças acima de 6 meses. Outra coisa legal é que você vai aprendendo comprar de acordo com o tamanho do seu bebê, independente da idade. Tem bebês que nascem tão grandes que usam pouco ou nem usam RN, caso da Marina.
- Não compre peças iguais, com tamanhos diferentes. As vezes a gente gosta tanto que compra um de cada tamanho, depois fica parecendo que a roupa é a mesma a muito tempo, principalmente nas fotos. Eu fiz isso. Teve umas peças que gostei tanto que comprei a mesma em todas as idades.
- Para as mamães de meninas, não invista em vestidinhos até 3, 4 meses. Antes disso, a bebê é muito pequeninha, precisa de conforto extremo. Lembre-se que pouco tempo antes o bebê estava no útero macio e confortável.
- A mesma dica acima vale para sapatos. Eu não investi nisso, me incomoda colocar sapatinhos duros, os que a Matina tem foram doados e só coloco para tirar foto. O ideal são aquelas meinhas que simulam sapatinhos, são lindas e confortáveis.
- Se não mora em um lugar frio, nada de comprar aquelas roupas grossas de malha, tricot, linha. Aquilo dá dó de colocar, de tão quente. Além de super caros. Cheguei a ver esses macacões por R$300,00.
- Falando em valores, a não ser que esteja rasgando dinheiro, não compre peças caras, usa tudo muito pouco, o investimento não compensa. Eu fiquei horrorizada com os preços das coisas aqui. Imagina tenho uns 9 macacões da Marina que não vou usar, pensa se tivessem custado R$150,00 cada como eu via nas lojas? Existem coisas mais importantes para investir o dinheiro: parto, vacinas, poupança, escola, passeios.

De acordo com minha experiência recente, preparei uma lista básica com o suficiente para usar nos primeiros 3 meses:

RN:
5 macacões de manga longa, incluindo a saída da maternidade.
5 bodys manga longa
8 bodys manga curta
2 bodys sem manga, se sua região for um forno como a minha.
5 calças cores neutras, preferencia branco que combina com tudo.

* essas roupinhas servem no máximo por 1 mês e meio ou até 5 quilos. Portanto, se o bebê nascer grande, igual a Marina, o tempo pode ser menor ainda.

3M ou P
4 macacões de manga longa.
6 bodys manga longa.
12 bodys manga curta.
5 macacões de manga curta.
4 bodys sem manga, se sua região for um forno como a minha.
7 calças cores neutras, preferencia branco que combina com tudo.
4 shorts ou tapa fraldas.
3 vestidinhos confortáveis, se for menina.

* Se você mora na região Sul, considere comprar algumas peças a mais de macacões e bodys manga longa. Os bodys de manga curta são úteis para colocar por baixo.
* Em geral, os bebês sempre ganham algo. Não exagere!

É isso Meninas! Espero ter contribuído com vocês nesse post.
Dúvidas, pode deixar registrado nos comentários.

Beijos, Mey

4 comentários:

Sah T Crivellaro disse...

Mey!
Anotei todas as dicas! Sou mamãe de primeira viagem, e super insegura p/ começar a fazer o enxoval! Troquei algumas ideias com algumas conhecidas, e elas me orientaram a nem comprar roupinha de RN.....mas vou investir em alguns body....pois são pecinhas baratas aqui na Europa! Beijo!!!

Anônimo disse...

Oi Mey! Numa tarde de domingo estava eu com 37 semanas da minha
Numa tarde de domingo estava eu gravida da minha segunda gestação, e resolvo pesquisar no Google sobre sintomas de trabalho de parto e acabei encontrando seu blog. Confesso que fiquei umas 2 horas lendo seus post's e me deliciando com tanta facilidade que vc tem de falar do cotidiano infantil. E veja só que coincidência eu tenho um Pedro de 2 anos e estava esperando uma Marina. Me identifiquei com seu jeito leve e boazinha de ver a vida e as pessoas.
Desde de então tenho habito de ler seu blog e amo. Continue por favor!!
Minha Marina nasceu no dia 04 de outubro e tambem vivi o conflito com o Pedro, tinha a sensação que estava traindo meu filho quando cheguei em casa com Marina, foi um sufoco, me sentia super mal. Coincidência ou não vc posta isso uns dias depois.
Bem muito legal poder te acompanhar e me identificar com suas historias.
Fique com Deus!!
Viviane F Morais
babalu26@hotmail.com

Mey disse...

Oi Viviane!
Que bom receber seu comentário! Fiquei feliz em saber que curte minhas postagens! Faço de forma tão natural, meio que desabafo mesmo! É um Cantinho só meu para compartilhar com vocês meus anseios, dúvidas alegrias!
Que coincidência termos Pedros Marinas! Parabéns por suas bênçãos.

Olha não suma não, prometo postar sempre que der. Vc tem facebook ou Instagram? Me procura lá;
facebook/meyriele
Instagram: @meyfigueiredo

Abraço, Mey

Anônimo disse...

OI Mey aqui e a Barbara da Clinica de vacinas santa clara estou gravida de 27 semanas de uma menina adorei as sua dicas vou te visitar sempre e continue passando as suas experiencias pra nos!!!meu email e barbaramundim@yahoo.com.br