11 de jun de 2010

Já é hora de ir para escolinha?

Olá amigas!!! Estou bem animada para voltar a postar os meus dilemas. Na verdade, estive ausente porque não estava mais conseguindo varar a noite postando, porque é o único horário que consigo e por causa das minhas multiplas jornadas estava dormindo logo que possível. Mas agora pretendo arrumar tempinhos extras para postar.  

Então... estou numa fase meio indecisa. Semana passada, tive a sexta-feira de folga e fui visitar algumas escolinhas para o Pedro. Daqui 3 meses ele completa 2 anos e penso seriamente nessa possibilidade.
O Pedro fica muito em casa, apenas com a babá, e por mais que moramos num condomínio super legal, cheio de crianças, parquinho, não dá para ela passear todos os dias com ele. Por causa disso, tenho visto que ele fica muito na frente da TV, vendo Discovery ou os DVD`s da sua preferência. Sou contra isso. Para mim, criança precisa de contato com outras crianças e aprende muito, muito brincando.

Somado a tudo isso, tenho tido problemas com diaristas, nem sempre elas vão e a babá tem que dar uma mão, tenho ficado louca com essas coisas. Mãe que trabalha fora sofre tanto com isso.
Daí penso em colocar o Pedro na escola, porque assim aprenderá coisas novas, terá um acompanhamento pedagógico especializado, conviverá com outras crianças e não terei tantos problemas com diaristas.

Fui atrás das opcões, confesso que quase caí para trás com os custos, preço de pós graduação é o que se cobra para uma criança ficar meio período (4 horas). Sei que educação não é custo é investimento, mas é caro demais. Das duas escolas que olhei até agora eu amei uma delas, é claro que a mais cara.
Mas o que tem me preocupado não é só o custo, pois para isso estamos preparados graças a Deus, mas será que o meu pequeninho está pronto para ir para a escola?

Não existe idade mínima para começar a freqüentar a escola, afirmam os especialistas. Mas o ideal é que até os três anos as crianças fiquem apenas meio-período no colégio. “Sabemos que uma pessoa cuidando de oito ou dez crianças não pode dar uma atenção igual à da mãe ou a uma babá que cuida exclusivamente dela”, diz a psicóloga Ângela Soligo, pesquisadora da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O importante é que se possível seja na fase em que a criança já se comunica, para que ela possa usufruir da socialização que a escola oferece. O pediatra do Pedro recomenda após dois anos por uma questão emocional e de imunidade.


Qual a vantagem de colocar a criança cedo na escola?
  1. O convívio com os amigos e as diversas atividades conduzidas na escola por meio de brincadeiras vão ajudar seu filho a organizar o pensamento, a encontrar um lugar dentro de um grupo e a usar mais intensamente suas percepções e seus sentidos. Com isso o desenvolvimento é profundamente maior do que ficar o dia inteiro em casa com adultos.
  2. O treino da higiene e da disciplina são aprendizados importantes nessa fase escolar (2 a 3 anos) e preparam ou reforçam na criança habilidades para a conquista de sua independência. É bom lembrar que, na correria do dia-a-dia, nem sempre os pais têm tempo ou paciência de dar a devida atenção a esses temas ou sentimos inseguros de começar.
  3. Fora do ambiente familiar, a criança vivencia novos papéis em diferentes situações. Na escola, deixa de ser a caçulinha da casa, o centro das atenções, o pequeno ser desprotegido. Passa a fazer parte de um grupo e a enfrentar a vida em nova condição.
  4. Cabe aos pais apresentar ao filho todos esses novos desafios de estar na escola como algo prazeroso e positivo. Com essa atitude, diminui a chance de a criança ressentir-se por ficar longe da família. De outra forma, se ir para a escola for apresentado como 'um sacrifício necessário', é possível que tudo se torne um castigo. Por isso, é muito importante avaliar antes.
O que devo considerar?

É importante, nesse momento é você estar segura dessa decisão (ainda não estou). Passado essa fase o que deve ser considerado é a escolha do local,  você deve ter todas as informações possíveis sobre a escola que vai cuidar do seu filho, inclusive pegando referências de outras mães que tem seus filhos lá. Você deve ficar segura que ele estará bem cuidado e que a escola reúna todas as condições (estrutura, conteúdo, segurança, método pedagógico)  para melhor atender o pequeno, na fase em que ele se encontrar.
Umas das coisas que considero muito importante é se a escola possui um foco de educação específico para a fase de desenvolvimento do meu filho, se alí ele será feliz e será melhor ou tão bem cuidado como em casa.

Ainda não estou nada certa se colocarei o Pedro na escolinha agora, ou se será daqui seis meses, estou tentando prorrogar o máximo que posso, já vejo explicidamente a necessidade, ele está muito ativo, necessitando de mais coisas para aprender, fazer, gastar energias e desenvolver, mas eu ainda acho ele meu bebezinho. Vou amadurecendo isso dia a dia e postando aqui as minhas percepções, aprendizados e decisões.

com carinho, Mey

P.S.: tem mais dicas desse assunto no blog da minha amiga Carol, dá uma passadinha por lá, ela está com o mesmo dilema que eu e tem uma pesquisa muito legal: www.falamamae.com

5 comentários:

Eu e MEUS 3 AMORes disse...

oii...seu dilema é meu dilema..rss postei meu despero uma vez no meu blog espia só..rs
http://amoresquesaoeternos.blogspot.com/2010/05/primeiro-adeus.html
aí decidi q como ganho o Bruninho em agosto vou esperar até o ano que vem. afinal carinho e aconchego não atrasa o desenvolvimento de ninguém né?! uma vez uma psicopedagoga me disse pra ficar de olho que ele mesmo me daria sinais de que era hora de ir pra escolinha, percebi que ele gosta mesmo é de ficar em casa por enquanto! Mais um pouquinho e td se resolve..bjssss

Simply Cintia disse...

Uma decisão importante. Concordo com você, quando eles vão pra escola o ritmo é diferente e aprendem muita coisa que não dá pra ensinar em casa. O convívio com outras crianças é muito importante também. Nos mantenha informadas :)

Vanucia disse...

Mey, quando retornei ao trabalho optei por deixar meu filho em um hotel escola, e quando ele fez 01 aninho mudei de escola e conheci o SNOPY por meio de colegas de trabalho , me falaram muito bem, meu filho vai fazer 02 anos estou gostando muito desta escola e ele também adora. Entra no site: http://www.snoopyhotelescola.com.br/ e depois vá visitar, acho que vai gostar.

Flá disse...

mey, tudo bom?? que saudades!!! então menina, a minha filhinha nasceu com 1 mes de antecedência. Tomei coragem e fiz um blog pra ela tb. Quando tiver um tempinho entra lá: mundodastella.blogspot.com

Bjs
Flá (rmg)

ce80 disse...

dilemaco hein!!!uma idéia: vc pode transformar a babá do seu filho em uma "Tagges Mutter" eheheh aqui é assim( Alemanha): a mäe educa o filho ateh os 3 anos, ensina a contar as cores incentiva a leitura etc..chega á ser cultural essa questäo da educacäo ateh os 3 anos. O bebê só vai ao jardim de infância aos 3anos. Ateh entäo a mäe tem a opcäo de participar de grupos com outros bebês que instituicöes como a igrejaoferecem( que eh muito forte a influência aqui), ou universidades etc...alguns pagos outros näo. Os bebês convivem e interagem. Outra opcäo é a Tagges Mutter, uma babá que fez curso técnico ou näo. A mäe escolhe, tem as que reúnem vários bebês e desenvolve um tipo de atividade, säo pagas e de acordo com o que faz com os bebês ela cobra. É uma boa profissäo aqui. Vc poderia "treinar" sua babá pra determinada hora fazer um tipo de atividade educativa com seu filho, pode reunir outras criancas filhos de amigas suas e pg um pouco + á ela...só uma idéia.Pq seu bebê vai estar no ambiente dele. Se vc como mäe näo se sente segura em deixar seu tesouro de vida numa escolhinha entao talvez esteja cedo...coracäo de mäe eh o melhor guia.Só uma idéia!!Aqui eu já tô procurando um grupo pra participar co minha filha, ela tah com 3,5 meses e eu sinto falta. Vou abrir outra conta de blog essa antiga vai ficar pra fotos, deps te envio. Boa sorte na decisäo!Deus te iluminará!!!Bjs Cele.