9 de out de 2010

Os cheirinhos do Pedro

As vezes fico olhando para o Pedro, decorando cada detalhe do seu rostinho, observando seus contornos, aquela boquinha desenhadinha, os olhinhos alegres, vibrantes. 
Esse narizinho pequeno, que serve para cheirar a gente. As vezes chegamos em casa e ele fica tão feliz que corre para dar cheirinho na gente, e fica aquele narizinho gelado, dando aqueles cheirinhos mais gostosos, revesando entre o papai e a mamãe.
É tão gostoso! É tão nosso!

Não consigo imaginar a minha vida sem isso, sem ele, sem esse novo sentido do amor.
Já disse e repito: a minha vida tem mais sabor, mais cheiro, mais leveza e mais cor agora que sou mãe do Pedro. É muito bom!

Obrigada meu Deus! Sua graça me basta.


Cheiro pra todo mundo também.
Bom fim de semana, bom feriadão!

Mey

2 comentários:

Larissa disse...

Oi Mey... que delícia de amor!!! Ainda não entendo 100% desse amor incondicional, mas com Davi aqui dentro, se remexendo todo, me ouvindo e "conversando" comigo, posso imaginar como é e não vejo a hora de sentir plenamente esse amor divino!
Bom feriado!
Bjo bjo

Cele disse...

ai que delícia de cheirinho é de filho neh Mey!!as vezes dou uns cheirinhos bem sapecas na Maria Luise e ela se pöe á rir, á soltar gargalhadas...isso é o sentido da minha vida, a felicidade da minha filha!Como pode tanto amor neh??E de vc falar do seu tesouro jah dah pra sentir que ele é uma delícia de bebê cheirozäo tb!!Felicidades, mais ainda!!!Mil beijinhos, Cele.