3 de dez de 2010

Cuidado com o açúcar, Mamães!

Oi Amigas!!! Saudades!
Vocês sabem que amo o blog da minha amada amiga Carol Siqueira - o falamamae.com , não é mesmo?
Pois é, semana passada ela postou umas dicas da nutricionistra Anna Raquel Mello, colunista do seu blog, sobre a relação do açúcar é a infância. Ela explica muito sobre os maus que o exesso pode causar e dá dicas de como direcionar nossos filhos.

Aqui em casa tenho enfrentado alguns probleminhas com as goluseimas e concordo com a Anna, o ideal é não ter estoque de doces, salgadinhos e sucos artificiais em casa.
O Pedro antes tomava quase um litro de suco de laranja por dia, agora ele já acorda pedindo Kapo, balinha, sucrilhos e quer dar adeus as frutas e alimentos saudávei. Um momento de descuido e perdemos tudo que construímos com eles. Por isso, eu achei tão instrutiva as dicas da nutricionista e quero compartilhar com vocês.

Confira!!!
beijos, Mey


Cada dia temos mais crianças obesas e doentes. Porém, o que ocorre hoje em dia, é um elevado consumo de produtos ricos em açúcar, os quais, em grande parte, estão associados à gorduras. Uma dupla que pode causar a seu filho, excesso de peso, obesidade, problemas no coração, dentre outros.
Engano nosso achar que é um futuro distante; estudos vêm mostrando que cresce cada vez mais, o número de doenças e complicações associadas à obesidade em crianças.


Podemos driblar este problema, sem restringir o açúcar dos nossos pequenos. Veja aqui como fazer isso:

• O primeiro passo é manter uma alimentação equilibrada. Tenha sempre às refeições alimentos saudáveis, e explique, de maneira simples à criança, o porquê daquele alimento ser importante!

• Trabalhar com o lúdico nestas horas é uma boa opção. Por exemplo: O coelho tem aquele pêlo tão lindo porque come bastante cenoura; as meninas super poderosas são lindas porque comem verduras e frutas. E que tal modelar a comida, tipo, cenouras ornamentadas em bolinhas, decorar o prato com formato de bichinhos, batatas com cara sorridente?

• Mas não se esqueça de que o melhor ensino é o exemplo. Então mamãe, quando oferecer verduras, frutas e legumes ao pequeno, é essencial que você também coma! Se você não se alimentar do que oferece ao seu filhote, não poderá cobrar dele também, não é mesmo?

Evite estoque de guloseimas em casa.

As guloseimas como balas, chicletes e afins, devem ser reguladas. Não as tenha sempre em sua casa. Compre de vez em quando, e limite uma quantidade. Explique a criança que é gostoso, mas que em excesso faz mal, e pode prejudicar o corpinho, os dentinhos, etc. A criança deve saber o motivo pelo qual o consumo deve ser moderado.

Não quer que a criança tome refrigerante?

Simples. Não os tenha em casa. Não consumimos o que não temos ao nosso alcance. Uma experiência bacana e marcante para fazer com as crianças um pouco maiores, é colocar um osso imerso em um copo com refrigerante a base de cola. Em uma média, depois de dois dias, ele é corroído. Após o experimento concretizado, explique ao seu filho o tanto que estas bebidas fazem mal. Ele com certeza passará a valorizar mais o suco!

A hora da sobremesa chegou!

Passando este passo, vamos falar agora sobre a sobremesa. Primeiramente, é importante deixar bem claro que ela não deve ser dada como prêmio, pois assim, a criança a super valoriza e tem a idéia de que a comida é ruim.

Tente também variar as sobremesas, tornando-as mais saudáveis possíveis; como por exemplo: Espetinho de frutas, brigadeiro com morango ou uva dentro, sorvete com salada de frutas, sorvete de frutas a base de iogurte (umas das últimas novidades do mercado que é super saudável), gelatina de frutas, bolos feitos a base de farinha integral, fruta em calda, tortas de frutas. Enfim, o que não falta são receitas! É só usar um pouco da criatividade.

E uma boa dica, é saber que neste nosso mundo informatizado, a internet nos dá muitas sugestões de sobremesas leves, saudáveis e deliciosas.

O lanchinho na escola.

Quanto ao lanchinho, muitas escolas possuem hoje um cardápio para criança, no qual ela não precisa levar nada de casa. Verifique o que é servido e sugira alterações, caso seja necessário. Esta parceria entre pais e a escola é fundamental!

Se a opção for por levar lanches de casa, procure sempre ter a mão alimentos saudáveis. Uma péssima opção é mandar biscoitos recheados e refrigerantes! Não precisa de preparo, mas não tem nenhum valor nutricional positivo. Vamos caprichar na alimentação dos nossos pequenos.

Vemos assim, que dá para ter uma alimentação saudável na infância, sem abusar do açúcar, mas também, sem exagerar!

Gostou do post ou tem dúvidas, saiba mais sobre a nutricionista Anna Raquel:

Anna Raquel Mello é Nutricionista
Personal Diet
Aperfeiçoamento em Terapia Enteral e Parenteral em Pediatria.
CRN: 104811
Contato: (034) 9681 8910
Uberlândia - MG

Um comentário:

Carol Siqueira disse...

Oi amiga!
Saudades de você também. Dia desses passou na TV lá da loja as fotos da inauguração e passou uma foto sua, do Pedro e LC. Juro que tenho que dar esta foto para você de tão maravilhosa que ficou. O Pedro ficou maravilhoso, você nem se fala... Quando parou na tela, eu fiquei admirando e disse pra todo mundo olhar: Gente, olha o tanto que essa minha amiga é bonita! Todo mundo parou e olhou. Mas o mais importante disso tudo Mey, que você é muito mais linda por dentro, sua alma e seu coração é grande, passivo, abençoado. Aprendo com você a cada vez que ficamos juntas e te admiro muito, como mulher, empresária, mãe e esposa.
Abraços de sua querida amiga Carol Siqueira.
www.falamamae.com