2 de dez de 2011

Filhinho pode, mamãe não!


 
Olá Meninas!!

O fim de semana se aproxima e esse post é especialmente para nós mamães. Tem uma fase que nossos pequenos começam a comer um monte de gostosuras: danoninho, bolachinhas, sucrilhos, pãozinhos, nuguets, todinho aqui, suquinhos alí, gelatina e a lista de supermercado e os passeios de fim semana mudam totalmente.

O fato é que por mais que a gente controle bem o cardápio dos baixinhos balanceando com frutas, verduras, cereais e tudo mais, também faz parte desse menu algumas guloseimas que são permitidas e importantes para eles, mas que nós mamães, devemos passar longe, porque engorda.

Sem contar as ídas irrecusáveis ao Mc Donalds e as inúmeras festinhas de aniversário que eles são convidados, parecem celebridades de tantos compromissos. E lá vem mais docinhos, bolo, balas, cupcakes deliciosos... e aqueles kits surpresas que você é obrigada a levar para casa.

Socorro!
Quanta tentação!
O que fazer nesse caso?

Não dá para privar eles de coisas que fazem parte da infância. Então o negócio é se segurar mesmo!
Eu confesso que não é fácil, mas uma boa estratégia é comprar só a quantidade que dá para a criança e não estocar, compre apenas a quantidade da semana.
No caso dos passeios, festas e ídas ao McDonalds, se a sua intenção é manter a dieta, faça um lanchinho reforçado antes de sair de casa e leve consigo alguma coisa que a dieta permite. Assim ficará mais fácil não cair na tentação.

Bom meninas, nunca é demais lembrar que somos responsáveis pelas experiências de nossos filhos, e isso inclui a relacão com a comida, por isso, nosso exemplo é fundamental. Se os país não comem verdura e frutas, se bebem refrigerante ao invés de suco, como a criança vai confiar que aquilo é gostoso e faz bem?
 Portanto, é importante darmos bons exemplos quando o assunto é alimentação. Guloseimas, refrigerantes e lanches devem ser reservados para dias de festa e de preferência limitados.
Os hábitos alimentares formados agora na infância acompaharão nossos filhos pela a vida toda.
Fica a dica para a gente pensar!!

beijinhos, Mey

P.S.: estou amando esse tempinho a mais que tenho dedicado para o blog e agradeço os recadinhos de incentivo.

Um comentário:

Maria Betânia Fuller disse...

hahahahaha Ah Mey eu mando ver mesmo, nao sei se por ser previlegiada, comer comer e nao engordar, mas imagino se nao fosse assim comeria do mesmo jeito, sou gulosa e incontrolavel...hahahahah
Mey muitas saudades de vc tambem amiga, mas muita mesmo, em pensar que por pouco quase nos conehcemos pessoalmente, mas ainda iremos se Deus quiser! Amiga fiquei com gostinho de quero mais no seu comentario, ficou pela metade vc viu? Amiga sobre postar meu relato claro que pode sim, foi um relato corrido mas a intensao era mesmo nao deixar de cadastrar mais esse momento tao unico em nossas vidas, mas maos a obra, pode sim amiga. Vou tentar te reencontrar nem que seja no msn, e esta um pouco punk esta nova etapa, alem de todas as divisoes mais uma recem hahahah mas e maravilhoso, estou em falta com o blog mas irei atualizar logo logo fica de olho para ficar por dentro dos acontecimentos de ser mae de duas agora...um saudoso beijao!