3 de ago de 2013

O parto da Diana, por Camila Fioranelli


Olá Amigas! 
Vocês sabem como eu gosto de estórias de parto, e como eu gosto de compartilhar com vocês essas estórias. Hoje eu trago o relato do parto da minha amiga Camila Fioranelli, mamãe da linda Diana de 1 mês e meio. É muito amor gente! E a certeza que Deus sabe o tempo de todas as coisas, e logicamente, no nascer não é diferente. Deus tem contado todos os fios de nossa cabeça. Muito bom saber disso e a Camila nos conta um pouco desse mover de Deus em seu relato de parto. 
Parabéns Cá, que Deus te instrua como mãe e te capacite em todas as coisas, que a Diana traga para sua casa muitas alegrias. Obrigada por compartilhar esse momento tão especial com a gente. :-)

RELATO DO PARTO  
por Camila Fioranelli, mamãe da Diana.

Mais do que amor, é mais forte, puro, intenso, inabalável. Não cabe nas palavras.  Pra mim, a prova mais real da existência de Deus em nossas vidas e do amor infinito dele por nós. Assim foi o primeiro sentimento que inundou meu coração no momento que minha querida filha chegou em meus braços. 
O parto, tão esperado e até um pouco temido durante os 9 meses foi mais tranquilo do que se podia imaginar, graças a Deus!
Sempre quis esperar o desejo do bebê sobre a hora certa e a forma que ela escolheria pra nascer. Acho isso uma forma de respeito sobre o como a criança está preparada para vir ao mundo, em seu tempo, de sua forma. No entanto, no auge da 39ª semana, após me examinar e ver que o neném estava "alto" na barriga e que muito provavelmente a bolsa não romperia dentro dos próximos 15 dias pois ainda tinha "muito espaço" pro bebê (a linguagem médica explicou de outra forma que não me lembro), a médica sugeriu agendar a data para termos garantia de um parto tranquilo, pois tudo indicava que o parto normal não se viabilizaria pois o bebê estava longe de encaixar.  Eu que nunca esperei que meu parto fosse dessa forma, topei. É incrível como ao chegar no final da gravidez estamos com os sentimentos aflorados: a ansiedade para ter seu bebê nos braços o quanto antes e a sensação de que em seu colo nada de mal irá lhe acontecer, é grande. Mas sempre coloquei nas mãos de Deus, se a médica que acompanhou todo pré natal, conhecia mais do que ninguém as minhas condições e as do bebê estava indicando este procedimento, topei. Parto agendado para 10/06/2013. 
Não via a hora de chegar o grande dia, mas por incrível que pareça eu estava tranqüila e muito confiante. 
Mas sabemos que as vezes, as coisas não são tão programadinhas assim (e eu adoro isso, na verdade era tudo que eu esperava), na madrugada do dia 6 para o dia 7/jun, eis que acordo as 2hda manhã com o rompimento de minha bolsa...que alegria!!!!!  Meu bebê iria chegar antes do dia programado e melhor ainda, no momento escolhido por ela!
Esperei amanhecer e um pouquinho antes das 7h liguei pra minha médica e em seguida fui direto para o consultório para que ela me examinasse. Ela disse que eu realmente já tinha perdido um pouco do liquido da bolsa, mas se fosse melhor para mim, podia esperar que o parto fosse no dia seguinte, pois era sábado. Claro que eu não queria esperar, mas minha mãe que estava comigo, muito sábia, perguntou: "Dra.  se fosse sua filha, o que você recomendaria?" E ela respondeu: "Eu faria hoje, o quanto antes."  E então minha mãe concluiu "É agora, vamos para a maternidade!". E assim foi. Comecei as ligações: desmarcando reunião de trabalho que estava agendada para a manhã daquele dia, ligando para a família, para as amigas, para as pessoas do trabalho e mudando a encomenda das lembrancinhas que já tinha encomendado com a data do dia 10 (ao ligar descobri que já estava tudo pronto e que teriam que fazer tudo denovo, rsrs). 
Marido que estava trabalhando, em reunião, saiu correndo e foi para o hospital. Assim que ele chegou fomos chamados para entrar para a sala de parto. Nossa, foi tudo muito rápido. O parto então, rapidíssimo. Mas, quando a Diana nasceu e a médica imediatamente a colocou em meu colo, no meu peito, o tempo parou! Parou tudo! Não me agüentei de emoção. Foi neste momento que tive o sentimento mais forte de todos até agora em minha vida. Já tentei explicar para as pessoas o que senti, mas as palavras não conseguem. É incondicional, o verdadeiro AMOR! O sentimento mais puro e verdadeiro que ja pude sentir. 
Um presente de Deus! O melhor de todos. 
Foi assim que, as 10h41, do dia 07/06/2013, chegou minha amada filha, DIANA! ❤


Nenhum comentário: