3 de ago de 2008

Mitos e verdades da gravidez

Durante os nove meses, a gente ouve várias coisas a respeito do nosso estado.


Mas, não dá para confiar em tudo, não é mesmo?


Então, confira aqui o que tem fundamento científico e curta a sua gestação sem neuras.
O Dr. Alberto d´Auria, obstetra e coordenador da maternidade do Hospital São Luiz desvenda 12 mitos da gestação, que nos deixam mais tranqüilas e informadas nesses nove meses.

  • A gestante ter muita azia significa que o bebê será cabeludo?
Dr. Alberto: A azia é resultado da compressão do estômago e do esôfago pelo útero, causada por um refluxo de ácido clorídrico. Portanto, ela tem relação com maus hábitos, como tomar líquido nas refeições, ficar muito tempo sentada, ingerir açúcares e outros irritantes da mucosa do estômago. Resumindo: a azia nada tem a ver com o crescimento do cabelo do feto.Dica: Levantar a cabeceira da cama, mesmo com o auxílio de travesseiros, pode ser uma boa solução, assim como não ingerir refrigerantes.
  • Engordar muito significa que o bebê será grande?
Dr. Alberto: Quem engorda muito, normalmente, tem bebê grande sim. Mas essa questão é bastante delicada. Nossos antepassados acreditavam que a gestante deveria ingerir grande quantidade de carboidrato para que o bebê nascesse forte. O que não é verdade. É importante ficar atenta ao diabetes gestacional e manter uma alimentação balanceada.
  • Ficar sem comer muito tempo piora o enjôo?
Dr. Alberto: A gestante não deve ficar muito tempo sem comer por dois aspectos: primeiro porque o estômago vazio secreta ácido, o que aumenta o enjôo; e segundo porque a grávida corre o risco de sofrer de hipoglicemia, o que pode prejudicar o bebê e até mesmo levá-la ao diabetes gestacional.
  • Comer chocolate antes da ultrassonografia ajuda na hora de ver o sexo do bebê?
Dr. Alberto: Não existe qualquer relação de que seja mais fácil para quem come chocolate ver ou não o sexo do bebê durante a ultra-som.

  • O formato da barriga diz qual o sexo da criança?
Dr. Alberto: Barriga redonda ou pontuda não têm relação alguma com o sexo do bebê. Esse assunto continua desafiando o ser humano.

  • A diminuição de pêlos na gestante significa que ela terá uma menina?
Dr. Alberto: A redução de pelos, em algumas gestantes, tem relação direta com o metabolismo hormonal da gravidez e não com o sexo da criança.

  • Comer bolacha água e sal alivia o mal-estar e a salivação?
Dr. Alberto: O sal e a bolacha podem ajudar no mal-estar digestivo, assim como muitos outros alimentos frios, não gordurosos. É importante que a gestante experimente o que lhe faz bem. Todas as sugestões são bem aceitas.

  • Chupar limão combate o enjôo?
Dr. Alberto: A saliva da grávida pede alimentos ácidos e temperos fortes, por isso o limão é bem visto. Porém, é preciso ter cuidado com o excesso de ácidos, em caso de gastrite e aftas.

  • Comer chocolate durante a gestação provoca cólicas no bebê?
Dr. Alberto: Chocolate realmente provoca cólicas. Porém, isso ocorre no recém-nascido, e não no feto. Portanto, durante a gestação é liberado. Quem amamenta é que não deve ingerir chocolate, coca-cola e café, alimentos nocivos ao aparelho digestivo dos bebês.

  • Se os desejos da grávida não forem realizados, a criança pode nascer com algum sinal?]
Dr. Alberto: Não há nenhuma relação entre desejos e marcas nos recém-nascidos. Os desejos que ocorrem na gestação são resultado de necessidades no organismo, como a deficiência de algumas vitaminas, cálcio, etc.Dica: antes de cada refeição, feche os olhos por 30 segundos e senta qual alimento gostaria de comer. Fatalmente, virá à sua mente o alimento certo para aquela ocasião.
  • A mudança da lua influencia no parto?
Dr. Alberto: A lua influencia nosso planeta a todo instante, como nas marés e correntes oceânicas, por exemplo. A lua cheia está associada à hipertensão, devido ao aumento de líquido que circula pelo corpo. É nela que ocorre o maior número de rotura de bolsas amnióticas e edemas nas gestantes. Já na lua minguante tudo diminui. Nela, existem mais abortos e, nas gestações em fase final, mais facilidade para redução do líquido amniótico. Dica: verifique em qual lua aconteceu a concepção. Ela será a lua do parto e, em todas as passagens dela você sentirá mais desconforto.

Nenhum comentário: